Cada vez mais as transmissões online e a interatividade em tempo real é usada e valorizada por emissoras de televisão em programas ao vivo, engajando a audiência e a participação de seus públicos durante a programação. A peripécia, contudo, não é tão recente quanto imaginamos.

Ainda que hoje seja muito comum a proposta de interatividade, nos anos 90 já se utilizava essa tecnologiaem um dos programas mais famosos da televisão brasileira. Com 323 episódios, Você Decide foi ao ar entre os anos de 1992 e 2000, apresentando um caso polêmico cujo final era decidido pela audiência. A introdução da interatividade em tempo real acabou por revolucionar a forma como o telespectador se relacionava com os canais de televisão.

Não demorou até que as empresas de megaeventos percebessem as vantagens de trazer a interatividade em eventos com transmissão online, e hoje em dia é difícil encontrar um evento de grande porte que não conte com essa tecnologia. Se o objetivo da organização é que este seja bem-sucedido e que tenha grande alcance, a transmissão ao vivo, aliada à interatividade, é um prato cheio aos bons resultados.

A começar pelo alcance do evento, contornar o fator geográfico e socioeconômico para que o maior número de pessoas possível possa “desfrutar” dele é uma solução que há muito vinha sendo buscada no meio. O engajamento com a marca é uma consequência disso, uma vez que as redes sociais funcionam como pontes entre o evento e os telespectadores. Do ponto de vista da comunicação, ao mesmo tempo que os produtores ganham em engajamentos, que são incentivados com hashtags próprios ou outras formas de comunicação direta, as plataformas de redes sociais também saem no lucro, uma vez que os usuários passam mais tempo utilizando suas ferramentas. 

Foi na década de 2000 que o uso da interatividade se popularizou em eventos ao vivo, o que significa dizer que essa estratégia de mercado é utilizada há, pelo menos, dez anos. Entretanto, já é sabido que a indústria do evento e do entretenimento não costuma se acomodar por muito tempo.

As progressões já começam a ser vistas. O universo dos esportes é um dos que mais utiliza esse formato de transmissão e já é possível ver algumas plataformas ligadas a ele proporem inovações neste campo. Além de transmitir ao vivo os melhores campeonatos, a Betfair foi pioneira em permitir que você acompanhe as cotações e faça sua aposta esportiva ao vivo, durante o evento. Desta forma, a proposta da plataforma é uma experiência ainda mais completa da vivência esportiva. O SuperBowl, maior evento de futebol americano e responsável por audiências recordistas e publicidade a preços estratosféricos, não ficou para trás: há seis anos os cinemas brasileiros transmitem o megaevento ao vivo, contando, inclusive, com comentaristas exclusivos nestas transmissões.

Quando transmitido ao vivo, o pouso do homem na lua foi a sensação da década. O sucesso, no entanto, melindrou emissoras que não faziam uso constante da transmissão ao vivo em razão de seus custos elevados para a época. Esse problema, no entanto, já foi superado há muitos anos: hoje é possível conseguir alcance e engajamento sem dispor de equipamentos sofisticados.

Transmissões online são uma tendência de estratégia em marketing digital bastante acessível por meio das redes sociais, que permitem a transmissão ao vivo a partir de um telefone celular. Logo, com pouco investimento é possível alcançar grandes resultados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *