Como afundar a sua campanha com estes 03 erros simples no Marketing Político Digital

 

Estamos há pouco mais de 14 meses para as eleições municipais de 2020, os pretensos candidatos se volta para a “Campanha Online”, e num cenário de incertezas jurídicas e políticas, já temos uma certeza: A INTERNET VAI TER UM PAPEL FUNDAMENTAL. Em uma campanha eleitoral totalmente diferente dos últimos pleitos o “MARKETING POLITICO” ao mesmo tempo será o bandido e mocinho.

Confira aqui os 03 Erros mais praticados no Marketing Político Digital

Na busca por mais apoios, principalmente no ambiente online, os políticos se lançam na “INTERNET” na maioria das vezes sem um mínimo planejamento. Segue uma velha nova máxima, que o “MARKETING POLITICO DIGITAL”, não necessita de investimentos, e pode ser feito por qualquer pessoa.

Fazendo um pequeno apanhado, não só de políticos já consagrados (nas mídias sócias), ou simples aspirantes, percebemos mais erros do que acertos.

1. Investir nos perfis pessoais

É inacreditável como os políticos gostam de seus perfis pessoais. Já tive a oportunidade de descobrir até 5 perfil de um determinado político, além de uma FanPage sendo alimentada uma vez na vida e outra na morte. Utilizando essa prática perdemos talvez a grande vantagem que a internet permite, que é a segmentação e a análise dos dados.

Um dos grandes argumentos dos defensores da utilização dos perfis, é a possibilidade de desejar um feliz aniversário, além da possibilidade de conversas através do bate papo.  Por outro lado, a utilização correta das FanPages, possibilita ao parlamentar conversar de maneira segmentada, e principalmente, a análise dos dados e informações sobre a sua audiência que só é possível através das páginas do Facebook fazendo com que a sua Campanha Online alcance outros patamares.

2. Não existe Campanha Onlin sem VALORIZAR o site pessoal

A não utilização do SITE pelo parlamentar ou pelo pretenso candidato, poderá acarretar GRAVES prejuízos futuros e atuais.  Num mundo conectado, e tendo os brasileiros passado mais de 5 horas por dias conectado as mídias sociais, e de se esperar tamanha relevância. O político tem que estar onde o povo estiver, argumento lógico para os defensores desta prática.

Não estamos falando que está errado tal ação, está errado é ter presença nas MIDIAS SOCIAIS, e não valorizar o seu site, ou até mesmo não ter. O site tem que ser visto muito mais do que um simples agregador de notícias, ele tem que ser o motor da sua comunicação digital. Ele tem que ser o porto seguro da sua imagem, ele tem que ser por onde milhares de pessoas vão encontrar o seu nome pelas buscas do Google.

3. Falar com todo Mundo

Dos 03 erros mais praticados na Campanha Online de qualquer politico e sem sombras de dúvidas é o mais questionável. Como um candidato não pode falar para todo mundo? A nossa resposta continua sendo não. O grande diferencial na INTERNET, é você passar UMA GRANDE mensagem, através de vários conteúdos segmentados. Em um anúncio na televisão, você define a sua mensagem, e transmite com uma linguagem escolhida.

O problema que mesmo para públicos semelhantes, como por exemplo uma campanha destinada para os jovens, teremos jovens mais radicais, jovens de várias culturas, jovens mulheres, jovens homens, e por ai vai. Para cada um deste micro segmentos, você tem que construir uma comunicação direta para eles. O grande erro é você pegar a comunicação que é feito nas grandes mídias de massas, e transferir essa comunicação para o mundo digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *