Todos os dias milhares de pessoas buscam informações na internet. Informações essas, sejam elas de produtos, serviços, dicas de saúde, cursos e tudo mais que o usuário queira saber. Tem hoje na internet o principal ponto de partida. Já está muito longe o simples fato de certo modismo na criação de sites para empresas ou que  o marketing digital é apenas para grandes empresas.

O mundo esta cada dia mais conectado, fazendo com que os usuários sejam o rei. Talvez na internet a máxima já bastante falada no comercio tradicional, seja o fato mais real de todos “O cliente sempre tem ração”.

Na internet não adianta a empresa querer empurrar qualquer coisa para os seus clientes. Na internet o que você não pode é deixar a sua marca de qualquer jeito, pois além da concorrência hoje se grande, e a tendência é que ela aumente de maneira rápida, o usuário está há um “Click” da sua concorrência.

Diferentemente do comercio tradicional na qual o cliente talvez tenha que andar vários minutos ou até horas, quilômetros talvez para chegar a uma empresa concorrente.

Sem sombra de duvidas a internet, o “Comercio Eletrônico” é  hoje a grande mola propulsora dos grandes e pequenos negócios.  Enquanto no comercio tradicional a taxa de crescimento não passa de 4% nos últimos anos, no comercio eletrônico  a taxa de crescimento fica em torno de 15% a 30% ao ano nos últimos anos dependendo do segmento comercial.

E fácil fazer uma analogia bastante simples: Você tem dois carros um com uns 10 anos de uso (com exceção daqueles carros de colecionadores, que ai e outra historia)  e outro um carro do ano, superluxuoso, com todos os adicionais de fabrica, além de uma grande potencia nos seus motores.

Em qual dos dois casos você dedicaria mais tempo, cuidados, e dinheiro?

A questão do comercio eletrônico  e do comercio tradicional segue a mesma logica. Claro que você não pode abandonar o tradicional (ou não, vai depender de cada caso), mais você não pode abandonar, renegar a sua marca na internet.

O maior erro do marketing  digital, é que os empresários ( na sua maioria) estão renegando a sua marca na internet. Estão tratando a criação de sites, redes sociais, comercio eletrônico, e-mail marketing como um carro velho, sem prioridade, de qualquer jeito. Se funcionar tudo bem, se não funcionar também está tudo bem. Esse fenômeno acontece principalmente nas pequenas e médias empresas, apesar de que, acontecem também nas grandes empresas.

Renegar a sua marca na internet, é você não ter um plano de ação definido, e você não ter pessoas capacitadas para lhe orientar nas ações, analisar os investimento e resultados deles. É você não ter uma presença organizada, é não priorizar o seu próprio espaço na internet.  É viver só de aluguel para a sua marca, é viver só de modismo.

Recentemente tive uma conversar com um cliente, que no inicio começamos a fazer um trabalho de planejamento e execução da estratégia de marketing digital da empresa. Então criamos vários canais de comunicação e de relacionamento, além do desenvolvimento do site da empresa. Depois o contrato foi interrompido e ficamos apenas na criação do site. Em nossa última conversa apontei a falta de ação nas mídias que já havíamos criados para a empresa, incluído a não respostas de vários pedidos de orçamento.

E a resposta dele foi simples, “depois você nos ensina como faz, que a minha secretaria vai fazer isso pra mim”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *